Publicidade

publicidade
Política

MAIS PLURAL COM BACELLAR, ALERJ ABRE ESPAÇO PARA DIFERENTES IDEOLOGIAS

Na legislatura mais diversa da história, presidente amplia diálogo com todas as comissões; audiência debate, nesta quinta-feira, projeto de cotas para transexuais

Por DOC PRESS, 18/04/2024


Fotos: Erick Quintanilha


A Alerj realiza, nesta quinta-feira (18), a 1ª audiência pública para debater a implantação de cotas para pessoas transexuais nas universidades e no mercado de trabalho. A Alerj Digital transmite a partir das 10h no YouTube.

Presidida por Dani Balbi (PCdoB), primeira deputada trans da história da Assembleia, o debate contará com a participação da secretária nacional dos direitos LGBTQIA+, Symmy Larrat.

— Sem oportunidades, preteridos no mercado de trabalho, a população transexual acaba no mercado da prostituição — afirmou a deputada, que também foi a primeira professora trans da UFRJ.

A audiência é mais uma demonstração que, contrariando a fama truculento, o presidente da Casa, Rodrigo Bacellar (União), tem dado espaço para todas as comissões

— O parlamento, em sua essência, tem o diálogo como ponto fundamental. É debatendo ideias, apesar das divergências, que vamos seguir avançando — afirmou Bacellar.

Quem acompanha as plenárias e as reuniões no 'Alerjão' conhece de perto um Rodrigo afável, querido por colegas e colaboradores, e que tem sabiamente respeitado a pluralidade do colegiado mais diverso (e com o maior número de mulheres) da história.

Depois de um início de legislatura, em 2023, com excesso de comissões, Bacellar também conseguiu manter a serenidade nas discussões e votações na Casa, sem deixar de lado as convicções de sua 'Direita Soft', em que os ideais conservadores e liberais não se sobrepõem ao respeito aos colegas e à liturgia do cargo.

— Até tentam me colocar fama de bravo, mas isso não é verdade. Esse carinho com os colegas é fundamental para tornar os dias mais leves. Sozinho ninguém faz nada — afirmou.

Bacellar também tem dado espaço e visibilidade a parlamentares do chamado 'baixo clero'. Não são raras as ocasiões em que o deputado faz questão de citar nominalmente políticos regionais e parlamentares de menor expressão.

— Generosidade não prescreve e palavra não se volta atrás. Apertou a mão vai até o fim — afirma.


AlerjãoLegislativoEstadoPolítica

Publicidade

publicidade
doctv

Jornalismo a serviço do desenvolvimento e da democracia.

Fundado em 26 de agosto de 2021

Editor Executivo Responsável: Tomaz de Castro | MTb: 0040666/RJ

CNPJ: 19.978.152/0001-91

Internet: Foco Comunicação

Design: Weblite Brasil

Projeto: tfc8 Consultoria

instagram
facebook
twitter
youtube
vimeo